7168352611203709 Running & Medals - Artigos - Treino Maratona 11

RUMO À MARATONA DE SEUL 

José Pedro Baptista

Autor do blog Correndo com Zátopek

Data de publicação: 17/09/2018

SEMANA 11


► Distância total: 67.5 Km (90% de 75 Km)

► Ritmos-alvo: E (4:38-5:14), M (4:14), T (4:00), I (3:41), R (3:25)


Segunda-feira

 Descanso

Terça-feira

7.5 E

Quarta-feira (Q1, 22.5 Km)

 13 E + (4 x 1.1 I c/0.6 E entre séries) + 3.3 E

Este era o treino que me assustava. Ainda por cima, tinha comido uma pizza gorgonzola enorme ao almoço e bolachas de aveia durante o dia e sentia-me inchado, ensonado, e a temer inoportuno festival intestinal. Os 13 E ainda me deixaram mais moles e acho que passei pelas brasas. Quando chegou a hora de acelerar as pernas estavam perras. Não sou feito para grandes correrias: começo bem, mas rapidamente perco a postura e a velocidade abranda (e, em doses de 4 minutos, o desleixar acontece mais tarde ou mais cedo). As primeiras duas séries (ambas a 3:42/Km) foram abaixo do alvo, mas a segunda parte correu melhor (3:40 e 3:38/Km), com a última, em que dei tudo, a baixar a média geral e a garantir-me mais um “selo verde”. O festival que temia foi acolhido com agrado, em casa. Final duplamente feliz para um treino fora da minha zona de conforto.

Quinta-feira

 Descanso

Sexta-feira

5 E

Sábado (Q1, 27.5 Km)

5 E

Domingo (Q2, 27.5 Km)

27.5 E (120-150 min E)

Três meses depois, voltei a correr de dia. Estranhei tanta luz e até os prédios cinzentos cintilaram, apesar de estar nublado. Mas depressa escureceu e voltei às origens, com o lusco-fusco a trazer nuvens de bichinhos que fui papando involuntariamente, enquanto outros ficaram presos na pele. No final do treino, esta carantonha parecia o vidro da frente de um autocarro da Eva depois do atravessar o Alentejo numa tarde de Agosto. O objectivo era correr entre entre 2h00 e 2h30; gostava de ter feito 30 Km, mas tinha que chegar a casa da sogra antes da carne arrefecer (o jantar, entenda-se) e abreviei a distância e o tempo de corrida, desta vez allegro moderato (2h08, média de 4:40/Km). Fiquei desapontado porque me senti um pouco fraco nos últimos quilómetros, mas terá tido a ver com falta de descanso e má alimentação nesse dia. Um treino sem grande história a encerrar uma semana pouco intensa. As próximas três trarão desafios mais complicados.

Resumo da semana

   Ritmo    Tempo       %

     E       5h10     95.1

     M       0h00      0.0

     T       0h00      0.0

     I       0h16      4.9

     R       0h00      0.0

Mais uma semana com alguma aldrabice no que toca à ordem dos treinos: como não tenho tempo para 27.5 Km depois do trabalho, antecipei esse treino (da semana seguinte) para Sábado, porque me inscrevi numa meia maratona a 30 de Setembro e quero fazer os próximos três treinos “Q” de três em três dias (ou seja, dias 18, 21 e 24), sendo o último destes três numa Segunda, o que me permitirá gerir esforços até ao Domingo seguinte para tentar baixar de 1:25:37 – e, se o dia for favorável, entrar no minuto 24. As próximas três semanas serão exigentes, com a meia maratona como ponto alto, seguindo-se uma lenta descompressão. Voltando à semana que passou, foi animador passar o teste da velocidade (sinceramente, não esperava), voltar a correr de dia e correr sem olhar para o relógio.

©Running & Medals - Portugal 2016  |   Todos os direitos reservados.