7168352611203709 Running & Medals - Artigos - Treino Maratona 17

RUMO À MARATONA DE SEUL 

José Pedro Baptista

Autor do blog Correndo com Zátopek

Data de publicação: 30/10/2018

SEMANA 17


► Distância total: 75 Km (100% de 75 Km)

► Ritmos-alvo: E (4:34-5:10), M (4:10), T (3:56), I (3:37), R (3:23)


Segunda-feira (Q1, 25 Km)

2.7 E + (3 x 3 T c/0.4 E entre séries) + 12.5 E

Este é daquele tipo de treino que não me agrada nada. Primeiro, o trabalho duro começa muito cedo, com menos de quinze minutos de aquecimento; segundo, apesar de dividida em três partes, a carga total é de 9 Km a um ritmo a entrar em território desconfortável; terceiro, acabado o treino específico, ainda há uma hora pela frente para me arrastar, lentamente, até aos 25 Km. Custou, mas cumpri o ritmo, recuperando na segunda e terceira série a preguiça na primeira. Mais uma vez, treinei de manhã, com o sol a aquecer-me o cabelo na hora lenta até aos 25 Km. Se a intenção do treinador é reforçar o espírito de sacrifício, está bem pensado, porque a segunda metade foi mesmo desagradável – não pelo ritmo, mas pela sensação “nunca mais acaba”, algo que no dia da prova, mais tarde ou mais cedo, vou sentir.
 

Terça-feira

7.5 E

Quarta-feira

Descanso

 

Quinta-feira (Q2, 20 Km)

Neste treino, com igual carga de 9 Km mas com ritmos mais macios, custou bastante menos, o que significa que a descompressão “a sério” começou 13 dias antes da prova. Quando meti o primeiro 1.5 T já ia aquecido e não senti dificuldades. A manhã estava um pouco mais quente que o habitual e a falta de gel e água (para beber, tinha que interromper as séries) causou algum desconforto no final, mas alegra-me a perspectiva de, no grande dia, contar com as ajudas que não tenho tido.

Sexta-feira

5 E

 

Sábado

Descanso

Domingo (Q1, 17.5 Km)

17.5 E

Há meio ano que não usava a camisola de manga comprida e a gola à tarde. O dia estava instável e saí quando vi uma aberta. Queria fazer exactamente 90 minutos de corrida em passo de caracol, mas a chuva torrencial, acompanhada por vento forte, obrigou-me a uma pequena aceleração em modo auto preservação. Fiquei gelado, mas acabou por ser bom como aclimatização: no dia 4 de Novembro a previsão é de céu limpo e 6ºC às 8:00.

Resumo da semana

   Ritmo    Tempo       %

     E       4h45     79.8

     M       0h25      7.0

     T       0h47     13.2

     I       0h00      0.0

     R       0h00      0.0

Em vez dos programados 67.5 Km (90% de 75 Km), acabei por atingir os 100% da quilometragem base. Por quê? Tem a ver com a programação final para o grande dia. O treinador manda fazer 90 minutos E a 7 dias da prova, ou seja, no Domingo anterior. Como fiz o Q1 e Q2 o mais cedo possível, pude encaixar este treino que aumentou a carga total, mas que não desgastou, na penúltima semana. Podem parecer exagero estes 75 Km mas, para compensar, serei conservador em relação ao que o plano me recomenda para os últimos dias (Domingo a Domingo), que mostro abaixo:

 

D7 - Q1: 17.5 E (✓)

D6 - 60 min E

D5 - Q2: 12.5 Km [com 3 x (1.5 T c/0.2 E entre cada série)]

D4 - 50 min E

D3 - 30-40 min E

D2 - 0-20 min E

D1 - 20-30 min E

D0 - Maratona

 

Se eu seguisse o plano à risca, acabava com uma barbaridade de Kms na última semana incluindo a prova... e a maratona será o “treino” mais importante deste ciclo, por isso, caro Jack Daniels, vou ter que fazer uns pequenos ajustes. Será que deixo cair o Q2? Não corro na véspera? Já tenho alinhavado o que vai acontecer: para a semana conto como foi.

©Running & Medals - Portugal 2016  |   Todos os direitos reservados.